Federação Asiática de Capoeira vai ver a luz do dia em Macau...

Federação Asiática de Capoeira vai ver a luz do dia em Macau – Ponto Final

30
0
SHARE

É já no final do mês que Macau recebe a primeira edição do CapoFest Macao, um festival de capoeira com competições, rodas de rua e workshops. Será ainda durante o evento que o mestre Eddie Murphy vai anunciar o lançamento da Federação Asiática de Capoeira, organismo que terá Macau como base. Para o próximo ano o organismo pretende organizar as eliminatórias para o Campeonato do Mundo de Capoeira e ainda um Campeonato Asiático da modalidade.

what-is-capoeira-1.jpg

Será com um evento que se estende por quatro dias que o mestre Eddie Murphy tenciona celebrar meio século de vida e quatro décadas como praticante de capoeira. O “CapoFest Macao 2017 – First World Kids Tournament” decorre entre 26 e 29 de Outubro e propõe-se reunir mais de uma centena de jovens praticantes de capoeira oriundos de Macau, de Hong Kong, do Canadá, da Turquia, do Japão, Filipinas, da Austrália, da Malásia, dos Estados Unidos da América e do Cazaquistão. Ao PONTO FINAL, o mestre revelou que será durante o evento que vai anunciar a criação oficial da Federação Asiática de Capoeira, organismo que terá sede em Macau e que terá como presidente o próprio Eddie Murphy:  “Nós vamos estar lançando em Macau, entrando para a história mais uma vez, a Federação Asiática de Capoeira que vai ser baseada aqui em Macau. Foi criada há um mês [entre] Macau, Hong Kong, as Filipinas, o Cazaquistão, a República Popular da China, a Malásia, Singapura e a Indonésia. Nós nos reunimos, todos os profissionais desses países, e criámos a Federação Asiática de Capoeira que visa promover mais a capoeira dentro da Ásia, promover campeonatos e ajudar o próprio capoeirista”, contou Murphy.

A primeira iniciativa do organismo será a realização das eliminatórias para o Campeonato do Mundo de Capoeira, organizado pela Federação Mundial da modalidade, em vários países da Ásia. Também no próximo ano o organismo pretende organizar “um grande campeonato asiático” com os países federados e não só: “É o que falta na capoeira, em comparação às outras artes marciais, são os campeonatos. A federação realmente está trabalhando nesse sentido de colocar o atleta para competir”, disse Murphy. E já têm algum mês pensado? “Provavelmente é em Novembro do ano que vem”.

Já o “CapoFest Macao 2017 – First World Kids Tournament” vai arrancar na Rua do Cunha, bem no centro da Taipa Velha, com uma roda de rua e com um encontro de mestres, que chegam também de vários países, com os alunos. O ponto alto do evento está reservado para domingo, dia em que se realiza no Venetian a entrega da nova roda de capoeira para os novos alunos e também performances culturais ligadas à modalidade. Como explica Jackeline Almeida, gestora de projectos da Associação Desportiva e Cultural de Capoeira de Macau (ADCCM), este “é o dia mais especial onde os pais e os familiares estarão presentes e é o dia mais importante de um evento de capoeira [porque] é o dia de baptizado dos alunos”.

As oficinas de capoeira irão decorrer no segundo dia do evento, no Venetian, e são destinadas aos praticantes da modalidade. No entanto, “também são abertas ao público que queira observar as performances porque virão mestres de outros países que são bem conhecidos no universo da arte da capoeira e então as pessoas que queiram ter mais informações podem estar presentes sem nenhum problema”, explica Jackeline Almeida, em declarações ao PONTO FINAL.

Será também na sexta-feira que a Pousada de Coloane irá acolher um jantar de entrega de prémios aos pais e convidados. A iniciativa também é aberta ao público, com as reservas a serem feitas directamente com a pousada.

Já a competição propriamente dita irá decorrer no Caesars Golf Macau, no terceiro dia, onde mais de uma centena de crianças, com idades entre os três e os 12 anos, vão disputar uma de cinco categorias, consoante o seu nível de desempenho. Cerca de 80 praticantes são do território e os restantes 40 foram convidados pela ADCCM para participar na competição. Estes chegam de países e regiões como Hong Kong, o Canadá, a Turquia, o Japão, as Filipinas, a Austrália, a Malásia, os Estados Unidos da América e o Cazaquistão.

O festival é dirigido a quem já tem experiência na modalidade mas o público pode aparecer e assistir às oficinas, competições e também rodas de rua que vão decorrer em vários pontos do território.

A partir da primeira semana de Novembro a escola de capoeira do mestre Eddie Murphy irá abrir um novo estúdio localizado perto da Rua do Campo. Actualmente, a escola conta com cerca de 110 alunos, dos quais aproximadamente 20 são adultos e os restantes são crianças. Tanto a escola como a associação foram criadas há cerca de nove anos, na mesma altura em que Murphy adoptou Macau como a sua casa.

This article, Federação Asiática de Capoeira vai ver a luz do dia em Macau - Ponto Final, was initially found at https://pontofinalmacau.wordpress.com/2017/10/04/federacao-asiatica-de-capoeira-vai-ver-a-luz-do-dia-em-macau/ on

LEAVE A REPLY